• Blog
  • Tudo
  • Crédito para lojista inadimplente: saiba como oferecer sem correr riscos

Crédito para lojista inadimplente: saiba como oferecer sem correr riscos

A inadimplência é um problema que assola parte da cadeia de distribuição e prejudica a relação indústria-varejo.

Isso porque os fornecedores ficam impedidos de aumentar suas vendas por medo de conceder crédito para lojistas inadimplentes, uma vez que parte dos lojistas não quitam seus pagamentos, enquanto que os próprios lojistas têm seus créditos limitados por não acertarem suas pendências.

Com isso, o cenário fica engessado e não evolui para o potencial que realmente pode ter.

Até certo tempo atrás, a inadimplência crescia e dava força às instituições financeiras que recebiam a custódia dos recebíveis futuros dos varejistas, frutos de pagamentos de crédito e débito, oferecidos como garantia de pagamento na solicitação de crédito.

Dessa forma, lojistas que recorriam às instituições solicitando crédito para varejistas, ficavam com seus recebíveis travados até a quitação do empréstimo, mesmo que esse representasse apenas parte do valor total dos recebíveis.

Com essa trava, as instituições tinham liberdade para impor altas taxas na concessão de crédito para lojistas inadimplentes, sem que o lojista pudesse optar por outras instituições.

O que mudou na concessão de crédito para lojista inadimplente?

O Banco Central do Brasil (BACEN) vem promovendo mudanças no mercado financeiro brasileiro por meio de uma agenda de democratização que facilita inclusive a concessão de crédito para lojista inadimplente.

Por exemplo, a Resolução nº 4.734 e a Circular nº 3.952, publicadas em 17 de Julho de 2019, receberam novas regras em 2021.

Essas regras pedem que todas as operações com pagamentos em cartões de crédito e débito sejam registradas de maneira centralizada e compartilhada com entidades registradoras autorizadas pelo Banco Central, não ficando mais sob acesso somente das credenciadoras responsáveis pelas máquinas.

Além disso, empresas homologadas a essas entidades registradoras também podem ter acesso a essas informações, caso o estabelecimento permita, e prestar apoio no uso desses recebíveis como garantia de pagamento na solicitação de crédito para varejistas

Isso porque, segundo as novas regras, os recebíveis futuros de pagamento de crédito e débito usados como garantia de pagamento na concessão de crédito para varejistas podem ser usados com mais liberdade por parte do lojista.

Essas unidades de recebíveis não podem mais ser travadas pelas instituições financeiras, principalmente sob consequência de obrigar o varejista a aderir taxas abusivas por ser impedido de recorrer à outra instituição.

Em vez disso, ele pode escolher a instituição que melhor o atender e, inclusive, utilizar seus recebíveis futuros como garantia de pagamento com seus fornecedores.

Dessa forma, fornecedores também são beneficiados com as novas regras da lei, conseguindo vendas adicionais e inadimplência zero ao conceder crédito para varejistas.

Como oferecer crédito para um lojista inadimplente de forma segura?

Hoje, com as novas regras da lei, os recebíveis futuros de pagamentos de crédito podem ser usados com mais liberdade por parte do varejista, inclusive para liberação de mais limites junto aos fornecedores

Isso resulta em um benefício direto para a indústria, que pode ampliar suas vendas com garantia de pagamento pela previsão dos recebíveis futuros dos lojistas.

Com isso, conceder crédito para varejistas deixa de apresentar riscos para garantir inadimplência zero para os fornecedores interessados.

O resultado disso é um aumento significativo de vendas por parte dos fornecedores sem aumentar o risco de inadimplência e comprometer os ganhos, uma vez que se trata de uma operação com amparo legal e com garantia de pagamento entrando de maneira efetiva para o relatório de vendas.

Além disso, o amparo legal abriu espaço para o apoio de empresas homologadas.

Com isso, para oferecer crédito para um lojista inadimplente de forma segura, os fornecedores podem contar com o apoio dessas instituições que analisam e orientam o uso dos recebíveis como garantia de pagamento.

Tudo pode ser feito de maneira prática, sem burocracia e sem grande impacto na rotina comercial.

Dessa forma, as expectativas de movimento no mercado financeiro foram correspondidas, pois além dos benefícios para os varejistas, que gozam de mais liberdade no uso de seus recebíveis e da economia obtida pela concorrência de taxas mais baixas, a presença de empresas homologadas às entidades registradoras se faz relevante para o cenário e a indústria vê a oportunidade de alavancar suas vendas.

Inclusive, quanto mais unidos estejam os envolvidos do mercado financeiro, mais se contribui para o sucesso do setor e para a inadimplência zero.

Por isso, contar com a PayHop é fundamental.

Como a PayHop pode me ajudar?

É aqui que a PayHop pode te ajudar, pois somos a primeira fintech a unir fornecedores e varejistas numa única plataforma tecnológica visando diminuir a inadimplência na rede de distribuição.

A PayHop está homologada nas quatro entidades registradoras que foram habilitadas pelo Banco Central até o momento, por isso, pode atuar no uso de recebíveis futuros como garantia de pagamento na concessão de crédito para lojistas inadimplentes.

Tudo é feito de forma autônoma e digital, totalmente acessível para sua rotina comercial, sem grandes impactos e com informações ao dispor para acesso sempre que quiser.

Você, que é fornecedor e busca ampliar suas vendas na concessão de crédito para lojistas inadimplentes de forma segura, entre em contato conosco!

Caso você seja varejista e seu fornecedor ainda não utiliza a PayHop, preencha nosso formulário de indicação de fornecedores que entramos em contato com ele!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fale com a gente: +55 11 3181-8197 | 9h ás 18h
(De segunda a sexta, exceto feriados)